Vampiros do Brasil
Seja Bem vindo ao Fórum Vampiros do Brasil!!!

Para ver o conteúdo Completo do nosso Fórum
Faça Login ou registre-se.

Além de você se registrar estará ajudando o Fórum a crescer.
Como usuário registrado poderá Comentar, Postar e ainda fazer muitos amigos.

Equipe Vampiros do Brasil



 
InícioRegistrar-seConectar-se
Olá Convidado...Seja Bem Vindo(a) ao Vampiros do Brasil. Onde todos os jogadores de RPG se reúnem em um só lugar !
Deseja jogar nos PIF's de Vasta ou Bela Noite?
Mande uma Mensagem Privada para nossos Moderadores.

Compartilhe | 
 

 Floresta

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Narradora

avatar

Masculino Número de Mensagens : 223
Data de inscrição : 28/05/2009

MensagemAssunto: Floresta   Sex 15 Jun - 9:49

Relembrando a primeira mensagem :



Ao pé da montanha, crescia uma floresta escura que cercava toda a área, árvores densas e enormes se entrelaçavam umas as outras deixando os caminhos molhados e quase impossíveis de ser explorados. Na época da Guerra muitos guerreiros tentavam buscar abrigo e proteção nas entranhas daquelas árvores, porém sua presença trouxe morte as criaturas que viviam na floresta, e as mesmas se revoltaram aqueles guerreiros que aos poucos sucumbiram.



Após anos a floresta ainda não se recuperara totalmente, as criaturas de bem que viviam na mesma ainda estavam extintas, a solidão e o frio ainda reinavam por entre aqueles caminhos. Sobre a proteção da floresta e a montanha o refúgio se formou, e mesmo os guerreiros mais antigos evitavam se aprofundar mais naqueles caminhos atrás de caças.



A floresta era enorme, e se interligava a caminhos de outros reinos, talvez mais próximo de reinos que ainda existiam em paz e esperança, a floresta tivesse espíritos benignos que contribuem para o florescer de vidas em cada folha das árvores.

Mas ali... perto de Vasta...as trevas dominaram.
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Narradora

avatar

Masculino Número de Mensagens : 223
Data de inscrição : 28/05/2009

MensagemAssunto: Re: Floresta   Sex 3 Ago - 16:14

Aaraona Kashual escreveu:
Aaraona esta curiosa com a situação, ao que lhe pareceu em primeira instancia o Orc havia matado o companheiro daqueles homens, mas analisando tudo com calma, se fossem companheiros dele, o que ela estaria observando não seria uma conversa.

Ela então apertou o braço de seu pai o encarando como quem dizia 'não é da nossa conta', mas já sabia a provável reação do pai, por isso continuou observando tudo em silencio e com atenção.

"Espera, você não está pensando em..." - ela pensou voltando a encarar o pai com um olhar desconfiado.

Apesar da escuridão ela tentava ver se havia algum traço de sorriso na face dele.

"Nem pense nesse tipo de aventura" - ela pensava apreensiva, pois a qualquer movimento do pai teria de acompanha-lo.

Glen faz um aceno para Aarona, apontando para o homem morto no chão. Em seguida, bate silenciosamente nos bolsos, indicando que queria saber o que o homem morto poderia oferecer.

Sem perder mais tempo, Glen se vira, sorrateiro, esperando uma oportunidade. E ele a vê, assim que um dos homens se aproxima do orc, aparentemente despreocupado.

Aarona podia ver que o foco estava agora no homem, e no orc. Quando volta sua atenção ao pai, percebe que ele já havia saído de seu esconderijo, e remexia as vestes do homem morto, com todo seu talento para não chamar a atenção.

Ele estava arriscando bastante. Por mais que os homens tivessem se afastado do corpo para lidar com o orc, ele seria facilmente visto se voltassem a atenção para o homem morto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krugorn

avatar

Masculino Número de Mensagens : 1230
Idade : 29
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 03/03/2010

Ficha Vasta
Jogador: Bidy
Sexo: Masculino
Raça: Orc

MensagemAssunto: Re: Floresta   Qua 8 Ago - 23:12

- Se vocês querem se manter escondidos estão fazendo um trabalho de merda. Se eu achei, qualquer grupo maior acha.

*O orc recua um passo e aperta a mão na bainha da espada*

- Fica bem aí homenzinho. Eu não confio em abutres.
*Ele diz com os olhos fixos no homem*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narradora

avatar

Masculino Número de Mensagens : 223
Data de inscrição : 28/05/2009

MensagemAssunto: Re: Floresta   Qui 9 Ago - 8:48

Krugorn

O homem maltrapilho observava o Orc com um sorriso no rosto enquanto se aproximava do mesmo,
suas mãos se levantavam em direção a Krugorn como uma criança diante de um brinquedo.

Krugorn escreveu:
- Se vocês querem se manter escondidos estão fazendo um trabalho de merda. Se eu achei, qualquer grupo maior acha.

- Fica bem aí homenzinho. Eu não confio em abutres.

Ele olha para seu companheiro que também estavam bem proximo ao Orc, e os dois começam a sorrir...

Os risos baixos começa a aumentar, e o timbre dos dois beirava a loucura...

- hahahha HAHAHAHAHHAHA ESTAMOS SALVOS...ESTAMOS SALVOS...
- HAHAHAHHAhahahhaa..... nos leve até lá... ande besta infernal, nos mostre onde está o esconderijo..

Eles riam alto dando tapas nas costas um do outro enquanto andavam em direção ao Orc, sem nem mesmo notar o mesmo em posição de ataque, ou o ladrão que se esgueirava e revistava o cadáver a suas cóstas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aaraona Kashual

avatar

Feminino Número de Mensagens : 13
Data de inscrição : 20/06/2018

Ficha Vasta
Jogador: Sidinei
Sexo: Feminino
Raça: Meia elfa

MensagemAssunto: Re: Floresta   Dom 19 Ago - 21:33

Aaraona abaixou a cabeça a balançando em negativa se perguntando o motivo de seu pai sempre estar dentro de suas expectativas.

"Algum dia ele vai agir de forma menos impulsiva?" - pensou ela já sabendo a resposta.

Os humanos pareciam insanos enquanto falavam com o Orc, a jovem tateou o chão tentando achar um pedra para poder lançar em algum arbusto caso algo desse errado, enquanto segurava sua adaga com a outra mão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Essien

avatar

Masculino Número de Mensagens : 21
Idade : 99
Localização : Nuvem.
Data de inscrição : 16/06/2018

Ficha Vasta
Jogador: Arvedui
Sexo: Masculino
Raça: Orc

MensagemAssunto: Re: Floresta   Seg 20 Ago - 17:52

Essien compreendeu que seria atacado. Não desejava lutar. Seu estômago ansiava por um pouco de comida e toda aquela ladainha estava abalando até mesmo sua paciência tão treinada. Diversas foram as vezes em que chegara a uma região desconhecida e precisara se adaptar aos costumes e/ou regras locais, essa seria apenas mais uma ocasião.

- Por favor, eu não desejo lutar. Apenas quero comida e um local para descanso...

Sabendo tratar-se de orcs, Essien imaginava que suas palavras não seriam suficientes para evitar uma luta e, por isso, pôs-se em posição de luta. Todavia, adotou uma postura defensiva. Pretendia tão somente imobilizar os adversários, sem maiores repercussões.

OFF:

Perdoem a falta de cores no post. Tô postando do celular.

Enviado pelo Topic'it
Voltar ao Topo Ir em baixo
InSanoSuke - O Implacável

avatar

Masculino Número de Mensagens : 1978
Idade : 31
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 13/03/2010

Ficha Vasta
Jogador: InSanoSuke
Sexo: Masculino
Raça: Elfo / Gnomo

MensagemAssunto: Re: Floresta   Ter 21 Ago - 7:02

Agora, o velho já sabia a intenção de cada um dos Orcs. Podia dizer que não se tratava de uma armadilha dentro da armadilha e se sentindo mais a vontade para deixar fluir a energia mágica de dentro de seu corpo. Fez bem em esperar para saber as intenções dessas duas criaturas malígnas que traziam apenas a fome pela guerra e destruição, e que haviam também casos peculiares por aí. Ele busca em sua memoria os feitiços que havia preparado pela manhã. E levanta as duas mãos em direção ao Orc que Weredir seguia de perto.

Com a serenidade de um Ent eremita, o Mago diz - Você parece cansado, jovem orc guerreiro... - o cristal na ponta de seu cajado emite uma fraca luminosidade enquanto ele conjura sono em seu adversário.

"Não resista, você já fez trabalho demais por hoje..."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sophytia

avatar

Feminino Número de Mensagens : 32
Data de inscrição : 31/07/2015

Ficha Vasta
Jogador: Van Blood.
Sexo: Feminino.
Raça: Humano.

MensagemAssunto: Re: Floresta   Ter 21 Ago - 9:41

Ninja escreveu:

-O que a você desejar fazer eu farei Sophy-Chan...


Mas...você acha que sei lá...um dia...vasta poderá ser livre desses monstros?

Sophytia andava desviando de certos lodos que se formavam no chão entre os troncos e que podiam
ser fatal com uma escorregada perto de tantos galhos quebrados, eles se embrenhavam cada vez mais na floresta a cada passo.

Ela segurava o cabo de sua espada na cintura de maneira a sacar a qualquer momento, sabia que
vez ou outra aparecia por ali um Orc perdido, o qual ela tinha prazer em matar.

- Temos que acreditar nisso, não podemos simplesmente abaixar a cabeça e aceitar essa existência
medíocre, sobrevivendo de caças magras e se escondendo desses monstros.


Ninja escreveu:
-Ir a Turnurulon...só nos dois...lá não e onde estão concentrado
as forças desses onis? Então essa caçada tambem envolve alguma missão furtiva?

- Na verdade estava pensando mais em irmos para as aldeias vizinhas, e até mesmo quem sabe
chegar ao centro de Vasta.. Acredito que não temos a experiência necessária de nem sequer
chegar as redondezas de Turnurulon sem sermos notados, e também não sabemos se alguém
daquela cidade nojenta voltou… se há algum mago que seja além daquelas criaturas que poderia nos detectar.


Eles andam por um bom tempo, de forma que a luz do sol já não entrava por entre os galhos e não era possível distinguir noite ou dia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narradora

avatar

Masculino Número de Mensagens : 223
Data de inscrição : 28/05/2009

MensagemAssunto: Re: Floresta   Ter 21 Ago - 12:41

*** Weradir***

InSanoSuke - O Implacável escreveu:
- Você parece cansado, jovem orc guerreiro...

Uma luz fraca brilha entre as árvores, para olhos desatentos não passaria de um vaga-lume.

O Orc que estava mais próximo ao mago era o da direita, que não estava falando diretamente
com o Orc que fora encurralado. Ele então pode perceber que seu alvo dá uma leve cambaleada
para os lados e se apoia em uma árvore próxima.

Pouco depois o Orc cai no chão derrubando assim seu machado, ao cair em solo de antigas guerras
uma lâmina enferrujada do que um dia fora uma espada fura a coxa do Orc enfeitiçado, porém o
mesmo não tem nenhuma expressão no rosto, além da tranquilidade de poder descansar depois
de um dia de patrulha.

*********************************************  

*** Essien ***

Pouco depois que Essien se pronuncia para o Orc a sua frente, ele pode distinguir atrás do Orc que estava
mais distante um fraco brilho, uma luz tênue que oscila por alguns momentos e depois se apaga.

Antes que ele pudesse considerar o que vira, o Orc mais distante tomba para o lado, a floresta
era escura e sombria porém foi possível ver a ponta de uma espada enferrujada que jazia enterrada
no chão atravessar a perna do orc.

Assim que a arma do sentinela cai e bate num tronco seco, o Orc que questionava Essien se vira:

- Hogar? … Hogar o que houve.. ?

O mesmo se aproxima do orc caído e verifica que o mesmo estava de olhos fechados, ele
nem sequer se abaixa para verificar uma possível respiração e parte para cima de Essien:

- O QUE VOCÊ FEZ SEU DESGRAÇADO?

Ele corre os poucos metros de distância entre seu oponente e dá um salto enquanto levanta seu machado no ar.



**********************************************

OFF: Essien, role um D20 no início de sua próxima ação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krugorn

avatar

Masculino Número de Mensagens : 1230
Idade : 29
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 03/03/2010

Ficha Vasta
Jogador: Bidy
Sexo: Masculino
Raça: Orc

MensagemAssunto: Re: Floresta   Qua 22 Ago - 7:11

*Krugorn pode não ser exatamente um grande erudito em humanos, mas conhece loucura quando vê e sabe que a imprevisibilidade da loucura somado ao fato de sua raça não ser exatamente a coisa mais bem vista entre os humanos é receita certa para desastre.*

*O orc ao ver que os homens continuavam avançando em sua direção decide optar por um aviso mais “orc”, com um punho na cara do mais próximo, mesmo sendo um orc no pico do poder físico, dificilmente mataria alguém com um soco, mas com certeza iria pelo menos repelí-lo.*

- Chega perto de novo e eu...o que? *O orc inclina a cabeça para o lado finalmente vendo o homem atrás deles mexendo no corpo.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ninja

avatar

Masculino Número de Mensagens : 3204
Idade : 23
Localização : Entre o vale da morte
Data de inscrição : 11/05/2010

Ficha Vasta
Jogador: Ninja
Sexo: Masculino
Raça: Humano

MensagemAssunto: Re: Floresta   Qui 23 Ago - 14:09

Sophytia escreveu:

- Temos que acreditar nisso, não podemos simplesmente abaixar a cabeça e aceitar essa existência
medíocre, sobrevivendo de caças magras e se escondendo desses monstros.


- Na verdade estava pensando mais em irmos para as aldeias vizinhas, e até mesmo quem sabe
chegar ao centro de Vasta.. Acredito que não temos a experiência necessária de nem sequer
chegar as redondezas de Turnurulon sem sermos notados, e também não sabemos se alguém
daquela cidade nojenta voltou… se há algum mago que seja além daquelas criaturas que poderia nos detectar.


Tatsu tenta manter-se no ritmo de sophytia, enquanto ela falava, mantinha-se tambem atento, pronto para qualquer reação rapida necessaria.
Se tivesse sozinho poderia facilmente e furtivamente atravessar a floresta em pouco tempo, mas como estava em dupla, tinha que acompanha-la.

-Entendo...então vamos de pouco em pouco...até onde conseguirmos - Dá um pequeno sorriso - Talvez consigamos mais do que estamos procurando.

******************************************************************
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narradora

avatar

Masculino Número de Mensagens : 223
Data de inscrição : 28/05/2009

MensagemAssunto: Re: Floresta   Qui 30 Ago - 9:41

*** Ninja e Sophytia ***

Os guerreiros do refúgio caminhavam atentamente, desviando dos pequenos perigos que o solo
da floresta que já foi palco de guerras, apresentava durante o percurso. A floresta era silenciosa,
não havia um grilo, um inseto, nada que os perturbasse, vez ou outra alguns olhos brilhavam no
escuro e logo corriam. Ambos sabiam que aquele pedaço de terra amaldiçoado tinha mudado os
animais maiores, e qualquer a qualquer momento poderiam ser atacados por um animal enlouquecido pela fome.

Muito caminharam, e naquele ambiente silencioso não sabiam dizer se foram horas, ou se quase
metade do dia. Os guerreiros já tinham feito outras incursões na floresta e sabiam onde pisar,
sempre beirando o caminho que julgavam ser mais próximo da montanha para assim, chegar
mais rapidamente ao porto.

Porém naquele silêncio sombrio, alguns barulhos estranhos ocorriam ao longe… seriam gritos ?

Eles sabiam que no centro da floresta uma orda de Orcs estabeleceram uma base, porém estavam
muito distantes e bem escondidos para ter uma preocupação real.

Mas os ecos de algum movimentação estranha na floresta chegava até eles, e mais preocupante
que isso.. se a orda de Orcs realmente havia se deslocado e decidido vasculhar o lugar, era bastante
provável que achassem o refúgio, pois a montanha o escondia do reino de Vasta mas apenas alguns
hectares os separavam da base dos Orcs.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Narradora

avatar

Masculino Número de Mensagens : 223
Data de inscrição : 28/05/2009

MensagemAssunto: Re: Floresta   Qui 30 Ago - 16:58

*** Krugorn ***

Os homens demoraram alguns segundos para perceber a reação de Krugorn, tamanho era o desespero por respostas sobre o refúgio. Porém, logo viram-se para onde o orc olhava, e veem um homem, mexendo no corpo que eles estavam pilhando.

- Mas o qu.... - diz um dos homens, olhando para o ladrão.
- Este corpo é nosso! Vai pagar por isso! - diz o outro, sacando uma adaga de sua cintura.

O homem se levanta, batendo as mãos nas calças, um tanto desconcertado.

- Er...oi!

Antes que desse tempo de qualquer um falar qualquer outra coisa, o homem esgueira-se e corre para o meio do mato. Um dos homens corre atrás dele. O outro ensaia uma corrida, mas desiste. Volta a olhar para o orc.

- Ah, dane-se. Quero mesmo é saber da vila! Leve-me até la!

Os olhos do homem faiscavam, sem conseguir conter a ansiedade em descobrir sobre o refúgio.

_________________________________________


*** Aarona ***

Aarona fica preparada para qualquer problema que possa acontecer. Enquanto os homens e o orc, distraído uns com os outros, discutiam, Glen enfia a mão por baixo da camisa do morto, tateando, até puxar o que parecia um pergaminho enrolado.

Ele arregala os olhos, satisfeito, e num gesto rápido, arremessa o pergaminho na direção de Aarona. E volta a revirar o corpo.

Não houve tempo para mais nada. O orc se cala, e olha de lado, além dos homens, e observa seu pai, que se levanta rapidamente, batendo as mãos nas calças.

- Er...oi!

Dito isso, sem olhar para Aarona, corre na direção oposta de onde ela estava, enfiando-se no meio do mato.

Um dos homens grita, reclamando o corpo para si, e corre atrás de Glen, com uma adaga empunhada. Aarona pode ver o homem entrando no mato, no mesmo local onde seu pai havia sumido.

O outro homem olha na mesma direção por alguns segundos, e então volta a olhar novamente para o orc. Queria que ele o levasse a alguma vila.

No chão, a poucos passos dela, o pergaminho que seu pai havia jogado em sua direção. Aarona continuava camuflada entre as folhas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sophytia

avatar

Feminino Número de Mensagens : 32
Data de inscrição : 31/07/2015

Ficha Vasta
Jogador: Van Blood.
Sexo: Feminino.
Raça: Humano.

MensagemAssunto: Re: Floresta   Sex 31 Ago - 12:37

Sophytia caminhava atenta a possíveis armadilhas naturais que os galhos possam ter feito,
muito tinham andado desde que saíram do Refúgio, ela sabia que andariam cerca de mais
um dia até atingirem a planície da montanha e atravessar até o porto.

De vez enquando ela comentava algo com Tatsu, as vezes nos solos mais díficeis e irregulares
ela  apenas caminhava economizando fôlego, após mais algum tempo ela se encosta em um
tronco escuro e morto de algo que um dia fora uma bela árvore, tira um cantil de couro da
cintura e bebe alguns goles generosos do líquido dentro:

- Precisamos nos lembrar das caças na volta, Cassy está quase sem carne estocada… - comenta
enquanto oferece um gole a Tatsu, porém ele que já a conhecia a algum tempo sabia que ali
não tinha água.

- Se acharmos um ou dois veados robustos, talvez ela consiga passar uns 10 dias, apesar de
que com tantos visi..
- ela então se interrompe, tinha ouvida algo ao longe, o que seria, nada
que ouvira das outras vezes.

- Está ouvindo isso..? Não consigo escutar bem, não parece vir do lado do Refúgio né ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krugorn

avatar

Masculino Número de Mensagens : 1230
Idade : 29
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 03/03/2010

Ficha Vasta
Jogador: Bidy
Sexo: Masculino
Raça: Orc

MensagemAssunto: Re: Floresta   Qua 5 Set - 18:29

*Krugorn pode ser um orc relativamente paciente para os padrões de sua raça, mas mesmo esta paciência tem um limite e ter um humano raquítico latindo ordens definitivamente é um grande não para o guerreiro orc.

*O orc pega o humano pelo colarinho e esmurra as costas dele contra a árvore mais próxima, segurando-o pelo pescoço.

- Pra você matar as pessoas, roubar elas e depois jogar a culpa no orc? Eu acho que não...você é um cachorro louco, da onde eu vim a gente tem um jeito bem rápido de lidar com cachorros loucos.
*Ele diz ao homem em um tom nada amigavel*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ninja

avatar

Masculino Número de Mensagens : 3204
Idade : 23
Localização : Entre o vale da morte
Data de inscrição : 11/05/2010

Ficha Vasta
Jogador: Ninja
Sexo: Masculino
Raça: Humano

MensagemAssunto: Re: Floresta   Qui 6 Set - 23:28

Tatsu acompanha Sophytia, sempre atento ao seu redor. Observava a sua volta, mas o cenario era sempre o mesmo, morbido.
Recusa suavemente a bebida que lhe é oferecida, enquanto bebe do seu próprio cantil.

Ouve o comentário sobre a caça e sacode a cabeça, concordando:
-Talvez quem sabe um javali também? E algumas aves também...-suspira um pouco quando percebe o que estava falando - Bem...não custa sonhar né?

O barulho chama sua atenção tambem. Talvez a chegada de tantos forasteiros o deixasse mais paranoico, mas ele automaticamente levou sua mão a espada, esperando algum comando de Sophytia:

Sophytia escreveu:
- Está ouvindo isso..? Não consigo escutar bem, não parece vir do lado do Refúgio né ?

Ele apura os ouvidos e então diz, de maneira baixa e suave:

-Realmente não parece...porem temo que o que quer que seja que esteja ali, acabe indo parar no refúgio e se torne um problema póstumo, enquanto não estivermos lá...o que sugere sophy-chan? Novamente, o que decidir, eu farei.

******************************************************************
Voltar ao Topo Ir em baixo
Essien

avatar

Masculino Número de Mensagens : 21
Idade : 99
Localização : Nuvem.
Data de inscrição : 16/06/2018

Ficha Vasta
Jogador: Arvedui
Sexo: Masculino
Raça: Orc

MensagemAssunto: Re: Floresta   Dom 9 Set - 12:09

Spoiler:
 

Essien pegou-se tão assustado quanto se adversário ao se deparar com aquilo, o que quer que fosse. Não sentiu medo, mas uma leve náusea se lhe abateu sobre o estômago. Não gostava de ver orcs morrendo por banalidade, embora soubesse que a expectativa de vida dessa raça era demasiado baixa.

- Isso nada teve a ver comigo! - diz enquanto seu corpo inteiro adota a agressiva postura de defesa que aprendera durante os treinamentos.

Essien efetuou 1 lançamento(s) de dados (D20.) :
20
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aaraona Kashual

avatar

Feminino Número de Mensagens : 13
Data de inscrição : 20/06/2018

Ficha Vasta
Jogador: Sidinei
Sexo: Feminino
Raça: Meia elfa

MensagemAssunto: Re: Floresta   Dom 9 Set - 16:53

Código:
Ele arregala os olhos, satisfeito, e num gesto rápido, arremessa o pergaminho na direção de Aarona. E volta a revirar o corpo.

Não houve tempo para mais nada. O orc se cala, e olha de lado, além dos homens, e observa seu pai, que se levanta rapidamente, batendo as mãos nas calças.

- Er...oi!

Aaraona  colocou a mão na testa pelo oi do pai, não sabia que ria ou se preocupava, mas ele em seguida fugiu pelo lado contrario de onde ela estava.

Ela sabia que ele estaria seguro, seu pai era mestre em se esconder entre outras coisas.

"Pelo menos ele conseguiu algo" - ela pensou tentando pegar o pergaminho sem fazer barulho.

Código:
- Pra você matar as pessoas, roubar elas e depois jogar a culpa no orc? Eu acho que não...você é um cachorro louco, da onde eu vim a gente tem um jeito bem rápido de lidar com cachorros loucos. *Ele diz ao homem em um tom nada amigavel*

"Opa, como é bom ver a cena inteira, então quem matou o homem foram aqueles homens" - ela pensou de forma calma - "pera, então meu pai pode estar em perigo" - ela ficou alarmada - "tenho de achar esse velho antes que ele cause mais problemas".

Aaraona guardou o pergaminho e o guardou, agora ela precisava pensar em uma maneira de passar por aquela briga e localizar seu pai, sendo que ele a estava guiando e ela não tinha a menor ideia de onde estava.

"-Ele vai dar a volta" - suspeitou ela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narradora

avatar

Masculino Número de Mensagens : 223
Data de inscrição : 28/05/2009

MensagemAssunto: Re: Floresta   Seg 10 Set - 8:03

*** Essien ***

Essien escreveu:
- Isso nada teve a ver comigo!

Antes mesmo que Essien terminasse sua frase, o machado do Orc pousava sobre sua cabeça, com
a habilidade adquirida por anos de treinamento Essien consegue se proteger e esquiva com uma
leveza desproporcional a sua raça. Isso apenas deixou o Orc mais ensandecido e no momento em
que Essien se esquiva para o lado o Orc vira atacando com o machado pela lateral, o segundo
ataque foi rápido demais, mesmo para Essien, e a lâmina do machado atinge seu corpo...porém
foi apenas fios de seu cabelo, pois novamente sua esquiva foi certeira.

A floresta parecia pulsar com a nova batalha, olhos brilhantes surgiram de todos os lados, o
silêncio se pronunciou como que um espectador esperando para descobrir o perdedor. O local
ganhava vida ante a violência do orc que atacava em fúria.

Mais uma vez ele investiu, porém a cada esquiva do Monge o Orc ficava cada vez mais
ensandecido, já não parecia muito que ele se lembrava o porque estava atacando, nem mesmo
o brilho em seus olhos estavam presentes. Ele então se apoia em seu machado, respirando forte,
ofegando, um fio de baba pende de sua boca e suas presas estão tão exportas como garras de uma
fera bestial.

Ele corre… cego de ódio… para Essien parecia estar sob uma influência externa, a raiva talvez?
O ódio por achar que o Monge havia matado seu companheiro… Essien nunca pode saber ao
certo, pois o Orc corre… pula com seu machado no ar...e ataca.

Em um movimento rápido Essien segura o cabo do machado e sem nem mesmo o tirar da mão de
seu atacando o vira… a gravidade fez o resto. O pulo que o Orc deu para atacar Essien, acabou
com seu copro caindo, no exato momento em que o Monge manobrou o machado, a lâmina afiada
entrou pelo peito do Orc, sua proteção leve de couro não foi o suficiente para segurar a lâmina
poderosa, e o machado entrou até o cabo em seu peito.

Naquele momento o brilho voltou a seus olhos, ele olhou para o rosto de Essien tentando entender
a situação, então baixou os olhos para seu próprio machado cravado no peito, e naquele momento
a vida o deixou.

Essien soltou o machado observando o corpo do Orc despencar a sua frente, o sangue vermelho-escuro
quase negro começou a correr pela relva da floresta, e praticamente no mesmo instante o solo
o sugou, não deixando nenhum rastro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sophytia

avatar

Feminino Número de Mensagens : 32
Data de inscrição : 31/07/2015

Ficha Vasta
Jogador: Van Blood.
Sexo: Feminino.
Raça: Humano.

MensagemAssunto: Re: Floresta   Seg 10 Set - 9:27

Ninja escreveu:
-Talvez quem sabe um javali também? E algumas aves também...-suspira um pouco quando percebe o que estava falando - Bem...não custa sonhar né?

Sophytia sorri para Tatsu enquanto guardava seu cantil, então logo em seguida escuta o barulho que chama sua atenção.

Ninja escreveu:
-Realmente não parece...porem temo que o que quer que seja que esteja ali, acabe indo parar no refúgio e se torne um problema póstumo, enquanto não estivermos lá...o que sugere sophy-chan? Novamente, o que decidir, eu farei.

Sophytia suspira olhando em volta e acima, sem conseguir enxergar o céu através das enormes árvores enegrecidas.

- Bom… acho que podemos apostar na sorte, nada encontrará o refúgio, ele estava bem segura até hoje. ..- Ela segura o cabo de
sua espada, fincando mais fundo na bainha – Além de que se por azar algo encontre o refúgio, temos bons guerreiros por lá.. e também o Vougan.

Sophytia sorri lembrando da cara emburrada do ruivo, e volta a caminhar em direção a planíce terrena da montanha.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Narradora

avatar

Masculino Número de Mensagens : 223
Data de inscrição : 28/05/2009

MensagemAssunto: Re: Floresta   Seg 10 Set - 15:55

*** Krugorn e Aarona ***

O homem perde o ar ao ser empurrado na árvore. Parece, finalmente, voltar a si, e os olhos que eram de ansiedade, demonstram agora o medo que sentia.

- Não! Não fui eu! - fala com dificuldade, recuperando o ar - Ele já estava morto quando chegamos aqui! Só queríamos aproveitar as coisas dele! Por favor, não me machuque!

Enquanto escutava o homem falando, Aarona tenta pegar o pergaminho próximo a ela, sem fazer barulho. Porém, no último passo, algumas folhas secas fazem barulho sob os pés dela.

Os ouvidos treinados de Krugorn escutam um barulho vindo de um local diferente dos anteriores, e ele, instintivamente, volta sua atenção para o local.

O homem, pendurado, aproveita este breve momento para sacar uma fina adaga, e enfia no braço do orc, que o solta, num reflexo rápido.

O homem, da forma que caiu, se levanta, e corre em frente, enfiando-se na mata também.

Aarona fica em silêncio novamente.

Krugorn poderia seguir o homem facilmente, mas a adaga ainda estava fincada em seu couro, mas sem fazer um ferimento profundo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krugorn

avatar

Masculino Número de Mensagens : 1230
Idade : 29
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 03/03/2010

Ficha Vasta
Jogador: Bidy
Sexo: Masculino
Raça: Orc

MensagemAssunto: Re: Floresta   Ter 11 Set - 13:16

- Hoje não é um bom dia pra abusar da minha paciência humaninho...

*É interrompido pelo barulho de algo se movendo entre os arbustos, não consegue controlar o impulso de olhar para a direção já que a possibilidade de que qualquer coisa poderia estar a espreita aproveitando-se da comoção era bem alta nesse lugar.*

*Não esperava que o humano frágil e assustado fosse reagir tão rápido a ponto de enterrar uma faca em seu braço e escapar.*

- Arrgh...FILHO DE UMA... *Ele ruge enraivecido*

*Krugorn primeiro retira a faca do braço vendo que o ferimento não é profundo, sem falar que já sofreu piores quando tinha metade de sua idade atual.*

*Podia seguir o homem assustado, mas alguém que pudesse espreitar na floresta assim poderia oferecer um perigo maior, algo que merecia mais sua atenção. Com isto, o orc segue na direção por onde o barulho veio, de guarda erguida, ouvidos atentos e olhos abertos para qualquer movimentação.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ninja

avatar

Masculino Número de Mensagens : 3204
Idade : 23
Localização : Entre o vale da morte
Data de inscrição : 11/05/2010

Ficha Vasta
Jogador: Ninja
Sexo: Masculino
Raça: Humano

MensagemAssunto: Re: Floresta   Ter 11 Set - 15:21

Sophytia escreveu:

- Bom… acho que podemos apostar na sorte, nada encontrará o refúgio, ele estava bem segura até hoje. ..- Ela segura o cabo de
sua espada, fincando mais fundo na bainha – Além de que se por azar algo encontre o refúgio, temos bons guerreiros por lá.. e também o Vougan.

Tatsu entende o que se passava na mente de Sophytia. O refúgio era tudo que muito tinham agora. Não poderia simplesmente abandoná-lo, mas também não poderiam voltar toda vez que ouviam um barulho. O refúgio precisava de mantimentos, e era por isso que essas excursões eram necessárias.

Ele pousa suavemente sua mão no ombro de Sophytia, e olhando nos seus olhos diz:
-Vai ficar tudo bem Sophy-Chan. - Ele esboça um sorriso por baixo da mascara, que ele não sabe se Sophytia viu - Como você disse há guerreiros lá...e tambem, Yusa ainda não anunciou nada, então, eles não devem estar nem perto de achar um meio de chegar lá.

Volta a caminhar com Sophytia, então pergunta algo para ela que lhe chamava a atenção a algum tempo:
-Sophy-san, eu sei que você já andou muito por essas terras...mas...você tem um mapa ou algo assim?-Para um pouco para pensar e continua- Gostaria de ver o caminho que estamos fazendo, apenas por curiosidade.

******************************************************************
Voltar ao Topo Ir em baixo
Essien

avatar

Masculino Número de Mensagens : 21
Idade : 99
Localização : Nuvem.
Data de inscrição : 16/06/2018

Ficha Vasta
Jogador: Arvedui
Sexo: Masculino
Raça: Orc

MensagemAssunto: Re: Floresta   Ter 11 Set - 17:20

Tum-tum

Uma fração de segundos, uma batida de um coração bestial. Ataque. Adrenalina pulsando em um imenso corpo de orc. Cada artéria, grossa como um dedo de criança humana, pulsando de forma voraz, invadida pelas vibrações inebriantes do medo. Medo. Maior instinto de proteção do ser senciente. Ao mesmo tempo escudo e combustível. E, ao mesmo tempo em que a paisagem parecia congelada, o mundo parecia girar rápido como o bater de asas de um beija-flor.

Tum-tum

Essien só enxergava os borrões do mundo a sua volta enquanto esquivava dos golpes do adversário. O outro orc, na fúria típica de sua raça, em muitos momentos passava próximo de golpeá-lo, mas a agilidade incomum do monge era demasiada. Aquele adversário, sem dúvida, era notável. Sua força e resistência pareciam estar muito acima dos níveis de um orc normal: mesmo com o esforço frenético para acertar Essien, o inimigo não parava, não diminuía o ritmo do ataque.

Melhor tomar uma atitude, ou em algum momento serei golpeado.

Tum-tum

Outra fração de segundos. Outra batida de coração. Dessa vez, o adversário se projetava inteiro para uma investida. Ali, Essien enxergou uma oportunidade. Ainda pretendia não atacar, pretendia não ver o sangue sendo derramado, muito menos de alguém de sua raça; uma raça maldita o suficiente sem que precisasse se digladiar e se matar a cada instante. Posicionando-se apropriadamente, Essien consegue alcançar o cabo do machado do adversário, virando-o contra o algoz. A contragosto, vê a lâmina entrando fundo no peito do atacante. Uma sensação de vacuidade extrema lhe assola nesse instante, como sempre acontece ao se ver diante da morte. A brevidade da vida, principalmente da vida daqueles que vivem pela lâmina.

Isso poderia ter sido evitado...

Tentara evitar a violência e, mais uma vez, falhara. Parecia que sua raça atraía apenas isso: violência. Não era um caminho que esse monge desejasse seguir. Todavia, Essien não pode mergulhar por muito tempo em tais pensamentos, já que observou o solo da floresta rapidamente absorvendo o sangue derramado.

- Mas que tipo de bruxaria é essa?
Voltar ao Topo Ir em baixo
InSanoSuke - O Implacável

avatar

Masculino Número de Mensagens : 1978
Idade : 31
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 13/03/2010

Ficha Vasta
Jogador: InSanoSuke
Sexo: Masculino
Raça: Elfo / Gnomo

MensagemAssunto: Re: Floresta   Ter 11 Set - 18:16

Saindo de seu esconderijo, apenas para ver um verdadeiro combatente em ação. Sereno e preciso. O orc vencedor era uma montanha. Seu corpo era como um Tarrasque é para um dragão se comparado ao do velho Mago. (E ele se compararia a um dragão, pois era Implacável como um).

- Um desfecho interessante para esse combate, eu diria. Uma morte e um cochilo, pena que ele acabou se ferindo com essa floresta morta. Eu até diria isso antes, mas aconteceu tudo tão rapido que não haveria tempo hábil pera dizê-lo. Ele caminha ate proximo ao corpo caído do Orc adormecido. - Essa corda deve segurá-lo por tempo o suficiente. Diz enquanto amarra bem firme os braços e pernas, e vasculha pelo que ele possa ter consigo. Essas armas são terríveis. Ele as carrega, com dificuldade para mais proximo ao fogo e as examina. Seu semblante era tranquilo quase despreocupado com a presença da morte, dava para ver em seus olhos cansados, que vivera por muitos anos, e tinha uma carga muito grande em seu passado. E não se preocupar isso. Não é nenhuma bruxaria. O solo clama por qualquer pequena dose de água possivel pra tentar sobreviver esse sangue vai nutrir o solo, e quem sabe deixar essa escura aura presente menos morta.

O velhote abre sua sacola e tira duas rações, e as coloca sobre uma folha. Vão te alimentar por um tempo. Não deixe que as criaturas daqui descubram que isso é saboroso, ou eu serei um alvo fácil para elas. He he. As criaturas mais desesperadas também aprende muito rapido por aqui.

Ele então se senta, toma um gole de água de seu cantil e oferece ao Orc. Tem sede? Você é grandão mas parece pouco nutrido. Vamos lá, não tenha medo, eu não mordo! A não ser que você seja feito de geleia de maçã, ou de pão-de-lembar com ervas, omelete de ovo de dragão, ou fritada de faisão... Hmm, só de pensar, já me dá fome... He he he... você já deve ter entendido.

Ele senta-se próximo a fogueira e vasculha os pertences do Orc caído em busca de alguma coisa peculiar.

Não sei concorda, mas se deixarmos aqui, provavelmente haverão criaturas que aproveitarão de sua carcaça, mas a terra também pode ser nutrida. Podemos enterrá-lo com sua Arma. Seria ao menos, honroso, para um guerreiro, não? Ainda não conheço bem os costumes Orcs.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sophytia

avatar

Feminino Número de Mensagens : 32
Data de inscrição : 31/07/2015

Ficha Vasta
Jogador: Van Blood.
Sexo: Feminino.
Raça: Humano.

MensagemAssunto: Re: Floresta   Qua 12 Set - 8:56

Ninja escreveu:
Ele pousa suavemente sua mão no ombro de Sophytia, e olhando nos seus olhos diz:
-Vai ficar tudo bem Sophy-Chan. - Ele esboça um sorriso por baixo da mascara, que ele não sabe se Sophytia viu -
Como você disse há guerreiros lá...e tambem, Yusa ainda não anunciou nada, então, eles não devem estar nem perto de achar um meio de chegar lá.

Sophytia sorri e dá um longo suspiro, em seguida volta a caminhar pelo caminho rochoso.

Ninja escreveu:
-Sophy-san, eu sei que você já andou muito por essas terras...mas...você tem um mapa ou algo assim?
-Para um pouco para pensar e continua- Gostaria de ver o caminho que estamos fazendo, apenas por curiosidade.

- Bom, pela floresta eu não uso mapas, até porque sempre procuro seguir o caminho do pé da montanha e beirar sua lateral para darmos a volta
até o Porto. Vê como o chão é diferente aqui..
- diz ela batendo a sola da bota no chão rochoso coberto de musgo podre.

- No Porto eu sei andar bem e seguir até a vila onde eu morava, porém além disso eu já não conheço muito, faz anos que abandonei Vasta
e mesmo naquela época não costumava sair muito da Vila.


Ela desvia de uma poça de musgo molhado a frente para evitar um escorregão:

- Mas nas últimas incursões achei alguns pergaminhos nos escombros de uma loja no porto... estão muito estragados,
mas acredito ser além do centro de Vasta.


Ela então retira um papel velho e manchado e mostra a Tatsu, ele pode observar que realmente se parecia com o Porto e Mercado Principal de Vasta,
mas o pergaminho estava muito velho e estragado para identificar as vias corretas das vilas ao redor do Porto.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Aaraona Kashual

avatar

Feminino Número de Mensagens : 13
Data de inscrição : 20/06/2018

Ficha Vasta
Jogador: Sidinei
Sexo: Feminino
Raça: Meia elfa

MensagemAssunto: Re: Floresta   Qui 13 Set - 15:00

Código:
Enquanto escutava o homem falando, Aarona tenta pegar o pergaminho próximo a ela, sem fazer barulho. Porém, no último passo, algumas folhas secas fazem barulho sob os pés dela.

"Droga!" - pensou ela guardando rapidamente o pergaminho - "ele pode não ter ouvido..." - pensou ela observando os dois.

Código:
*Podia seguir o homem assustado, mas alguém que pudesse espreitar na floresta assim poderia oferecer um perigo maior, algo que merecia mais sua atenção. Com isto, o orc segue na direção por onde o barulho veio, de guarda erguida, ouvidos atentos e olhos abertos para qualquer movimentação.*

"E ele ouviu..." - ela respirou fundo.

Aaraona pegou um pedaço de pedra jogando em poupa mais para o lado esquerdo dela, enquanto tentava se mover para o lado direito com sua adaga na mão direita.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narradora

avatar

Masculino Número de Mensagens : 223
Data de inscrição : 28/05/2009

MensagemAssunto: Re: Floresta   Sex 14 Set - 10:14

*** Krugorn e Aarona ***

Krugorn, ao se aproximar, nota uma pequena movimentação nas folhagens, um pouco mais à frente de onde havia ouvido os sons anteriormente. Parecia que o que estivesse escondido, estava tentando escapar dali.

Já Aarona, após o azar em fazer barulho, conseguiu usar a pedra para despistar brevemente o orc que se aproximava.

Ele estava em guarda, mas parecia mais querer se defender do que atacar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Essien

avatar

Masculino Número de Mensagens : 21
Idade : 99
Localização : Nuvem.
Data de inscrição : 16/06/2018

Ficha Vasta
Jogador: Arvedui
Sexo: Masculino
Raça: Orc

MensagemAssunto: Re: Floresta   Dom 16 Set - 14:23

Essien, ao mesmo tempo, mostra-se surpreso e confuso com a figura do velho que aparecera de repente. O idoso não apenas aparecera de súbito, como sequer fora percebido pelo monge. Embora Essien não tivesse os sentidos aguçados de um druida ou ranger, tampouco era alguém que pudesse ser pego desprevenido o tempo inteiro. Todavia, não percebera a presença daquele velho a não ser quando ele resolvera aparecer.

E logo o idoso começa executar uma série de ações, sempre parecendo saber o que estava a fazer, despertando ainda mais a curiosidade do orc. Essien quase podia sorrir com aquilo.

Mas que figura interessante...

Quando o velho lhe oferece algo que parece ser comida, o orc aceita e imediatamente leva à boca, sem sequer cogitar a possibilidade de que aquilo pudesse estar envenenado de alguma forma. Em verdade, não imaginava que aquele velho pudesse obter algo matando-o, embora estivesse nitidamente vasculhando o corpo do morto em busca de objetos de valor.

- Agradeço-lhe, bom homem. Mas me diga: o que faz neste local tão desolado? A princípio, imaginei que fosse o único aqui. De repente, começam a aparecer criaturas e, em seguida, sou atacado. Agora o senhor me aparece novamente do nada. - Essien olhou para o idoso com ar intrigado - Estaria eu diante de alguma espécie de assombração?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narradora

avatar

Masculino Número de Mensagens : 223
Data de inscrição : 28/05/2009

MensagemAssunto: Re: Floresta   Seg 17 Set - 10:57

*** Weradir ***

Enquanto vasculha o corpo do Orc, o mago achou algumas lâminas, pedações de carne salgada,
um cantil com algum tipo de bebida fermentada, além de um par de machado de punho e uma
bolsa de couro.

Ao se aproximar da fogueira para examinar o que acabara de achar, o mago percebeu que na bolsa
havia uma espécie de bússola antiga, um pergaminho com algumas ilustrações perturbadoras de demônios e lendas antigas, onde escrito rusticamente no canto do mesmo estava a palavra “Norte”,
junto a uma chave intrincada que o mago jamais vira parecida.


Voltar ao Topo Ir em baixo
InSanoSuke - O Implacável

avatar

Masculino Número de Mensagens : 1978
Idade : 31
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 13/03/2010

Ficha Vasta
Jogador: InSanoSuke
Sexo: Masculino
Raça: Elfo / Gnomo

MensagemAssunto: Re: Floresta   Ter 18 Set - 18:29

Essein escreveu:
- Agradeço-lhe, bom homem. Mas me diga: o que fazeneste local tão desolado? A princípio, imaginei que fosse o único aqui. De repente, começam a aparecer criaturas e, em seguida, sou atacado. Agora o senhor me aparece novamente do nada(...)

- Estaria eu diante de alguma espécie de assombração?

- Sou um "local" - diz gesticulando com os dedos - Nasci em Vasta, e fui peregrinar mundo a fora pra descobrir as artes da Magia a muito no passado. Dá pra ver que tenho muita vida vivida, imagino. Quando soube que minha terra natal havia sido desolada, precisei voltar - pausa olhando-o - Mas ainda há muito a ser vivido, e tenho certeza que ainda esistem outros comp nos por aqui - diz em tom alegre com os punhos cerrados - Há nesse mundo muita coisa ainda não vistas. Muitos tesouros, muitos segredos - ele mostra as laminas e machados que retirou do Orc dorminhoco. Em seguida, guarda as peças de carne na sacola, e dá uma bela cafungada no cantil, identificando o que haviam alí. - Melhor guardar esses para mais tarde, numa commemoração! Kya Kya kya! - Sorri vitorioso.

- Assombração? Não, meu bom Orc. Apenas um peculiar visitante. Se tivermos tempo de uma pausa para conversar em lugar mais seguro, ficarei feliz em contar a minha história! Mas agora não é o melhor momento. Esses dois, são patrulheiros, bom um não to mais, que seja... de uma grande fortificação Orc no Centro dessa floresta - aponta o caminho floresta a dentro - Alí um dia viveram elfos da floresta, imagino. Mas depois que essas terras morreram, seria difícil não ter sido tomada por criaturas das trevas, sem ofensas. Se seu caminho te leva para lá, creio que seguiremos caminhos opostos. Mas se estiver procurando civilização, esse aparelhinho pode nos ajudar a seguir sempre o caminho certo - sacode a bússola rústica no ar.

Weradir então vê o pergaminho e a chave. Seu semblante fica mais cisudo. - Mas isso aqui... ele pausa olhando os detalhes - Pode ser perigoso, magia antiga, demônios... - Rapidamente guarda o pergaminho e a chave junto a seu grimório.- Coisa boa não é. Devemos sair daqui o quanto antes... - diz enquanto fareja os odores no ar - Em breve, algo chegará aqui e eu não quero estar pra ver o que é.

Mesmo sendo IMPLACÁVEL, o Mago estava sempre evitando conflitos desnecessários.

- Acho que ritos de passagem devem ser feitos em outra hora - diz apressada, enquanto junta suas coisas. E começa a caminhar na direção da floresta mais densa com a bússola em mãos.

OBS: se afastando da fortificação Orc.

- Você vem?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Floresta   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Floresta
Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Avaliem campo de treinamento na floresta(tile Inq)
» Episódio 1 - Combate Na Floresta Uivante
» Caern de Cura Nível 5 - Floresta da Tijuca - Totem: Unicórnio
» [Konoha] Floresta da Morte
» [Konoha] Floresta do Chakra

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Vampiros do Brasil :: PIF - Play In Fórum :: A Herança de Vasta: O Reino Caído :: Onn Game :: Arredores do Refúgio-
Ir para: